Anjos

Anjos

Por Giselle Vargas

Sempre acreditei em anjos. Imaginava, quando criança , como eram as asas, o rosto e principalmente o olhar. Mas o tempo passou e os anjos foram esquecidos. Eu, que antes tinha luz e conservava minha essência, me perdi. Me perdi entre o cá e o lá, entre o ontem e o algum tempo atrás.

Certa vez tive a sensação de que algo precisava mudar. Resolvi reformar o apartamento, e nesse período vi inúmeras coisas que pareciam estar fora do lugar. Principalmente eu. Foi assim que, decidida, passei a estabelecer metas de vida! Só que a única meta que consigo lembrar foi a de fazer um check-up médico. Eu fui lá, fiz, estava com os meus objetivos cumpridos, e retornei para o mesmo apartamento.

Mas algo permanecia estranho. Eu sentia que não pertencia àquele lugar. Comecei a analisar sobre tudo o que parecia errado em minha vida, e me perdi ainda mais… Sozinha, eu não sabia definir o que era preciso fazer, como começar, muito menos para quê fazer.

Foi então que um anjo apareceu. Confesso que no meu primeiro encontro com ele não entendi o que estava fazendo ali, mas pensei que algum bom motivo teria, pois sempre acreditei que nada é por acaso.

O que aconteceu daquele dia em diante, mudou a minha vida. O anjo me resgatou!

Os encontros seguiram e voltei a planejar. Passei a me sentir melhor, a me preocupar mais comigo, e não só com os outros. Resgatei a minha essência e minha luz voltou.

Agora tenho metas, perspectivas, alegria e principalmente amor. Amor por mim, pelos outros, por algo, por alguém. Eu tinha esquecido como é o amor em sua totalidade. O amor livre, forte, sincero, o amor sem limites, o amor eterno.

Muitos anjos já apareceram na minha vida. Eles vieram como familiares e amigos. Alguns estão há muito tempo em minha vida, outros ficaram o tempo necessário.

Mas este anjo especial, que me acompanhou em um momento difícil, veio através de um processo de coaching. E nesta parceria com meu “anjo coach”, tive um tempo contado no relógio. Tempo esse, que me fez sentir o real presente, valorizar cada segundo, cada momento, o “aqui”, o “agora”, o “este momento”.

Sou muito grata por este encontro. Voltei a acreditar nos anjos da Terra, esses meros mortais (de corpo). O meu anjo amigo é vaidoso, lindo, belo, e o seu espírito iluminado me ajudou a encontrar a paz que eu tanto procurei.

 

Dedicado a minha coach Lucelaïne Sheín

Curta e compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *