Meditação não é coisa de bicho-grilo

Meditação não é coisa de bicho-grilo

Artigo publicado na Revista About Shoes, edição de maio de 2015

Sabe aqueles dias em que tudo parece estar dando errado no trabalho, a correria é tão grande que você se sente sufocado, com vontade de se esconder no banheiro ou se trancar em uma sala de reuniões para ter um pouco de paz? Quando isso acontecer eu tenho um conselho pra você: pare tudo e apenas respire.

Por Arno Duarte

Não faça nada por alguns minutos, ajeite o corpo, alinhe a coluna, feche os olhos e só respire profundamente. Deixe a mente livre, limpa, vazia. Se surgir um pensamento, agradeça por ele estar ali e o dispense. Observe apenas a sua respiração, a posição do seu corpo, a musculatura dos ombros, relaxe os braços, os músculos da face e siga respirando. Comece praticando esse exercício diariamente por poucos minutos e, com o passar dos dias, aumente o tempo.

Isso é meditação. Um encontro com nós mesmos, para ouvir nossos sentimentos, ansiedades, medos, tensões e deixá-los se dissiparem, relaxando o corpo e o espírito, para focar nossa energia no que nos faz bem naquele momento.

Sim, vai parecer estranho nas primeiras vezes. Você vai se sentir um ET, se achar ridículo, vai querer fazer isso escondido de todo mundo. Não fomos acostumados a olhar pra dentro, ninguém nos ensinou a respirar. Acreditamos que é só uma função orgânica do ser humano para nos mantermos vivos. Mas ao subestimar a respiração, perdemos a consciência da sua função de conexão com nosso corpo físico e emocional.

À medida em que você for praticando a meditação com maior frequência, menos daqueles momentos de emergência, em que dá vontade de sumir, você enfrentará, pois estará mais atento e em equilíbrio, sabendo lidar com maior facilidade com situações de estresse e pressão.

Os efeitos positivos da meditação já são de conhecimento dos povos orientais há milênios. Os ocidentais têm se aproximado da prática há pouco tempo, mas os benefícios para o mental e físico estão conquistando cada vez mais adeptos, mesmo que muitos não comentem em meio aos amigos e colegas, por vergonha ou medo de julgamento.

A prática da meditação ajuda no relaxamento, foco, tranquiliza a mente e nos deixa mais alertas e sensíveis. Pode aumentar a qualidade do sono, diminuir o estresse e reduzir dores de cabeça, por exemplo. Quer mais? Se você busca resultados práticos, ela pode te ajudar a ampliar a consciência sobre seus comportamentos e até abrir caminhos para aquelas mudanças tão desejadas em sua vida.

Existem diversos tipos de meditação e você não precisa fazer cursos ou ir atrás de mestres para começar a praticar. Meditação é um espaço seu, uma maneira de ir para dentro de si mesmo, de perceber que você é mais do que corpo e mente. Você é um estado de espírito. Você é quem transforma a sua realidade no que você quiser.

Faça o teste, e depois dos dez minutinhos de respiração profunda, volte ao trabalho e perceba que o mundo não acabou na sua ausência. A única diferença que vai notar, será a forma como você vai receber e solucionar as questões que antes estavam afetando a sua tranquilidade. Os problemas não vão acabar, mas a forma como você passará a lidar com eles vão te surpreender.


Faça download do PDF da reportagem clicando na imagem abaixo:


ARNO DUARTE é coach e consultor organizacional na Favoo Desenvolvimento Humano. Adora o que faz, mas não deixa de se aventurar em peças de teatro, videoclipes, música, fotografia, meditação ou em qualquer coisa que estimule expressão e criatividade. Acredita que o sentido da vida é amar e se divide entre projetos pessoais e profissionais buscando a felicidade autêntica nas 30 horas do seu dia.

Curta e compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *